Li e recomendo - Clube da luta

Editora LeYa, 272 páginas
A indicação desta vez é o livro "Clube da luta", de Chuck Palahniuk, a história de um homem sem esperança, preso na mediocridade da própria vida, que busca refúgio para a dor em grupos de apoio para pessoas doentes. Em um desses grupos, ele conhece Marla, mulher que o atrai e repele ao mesmo tempo. E há ainda Tyler Durden, seu amigo e cofundador do Clube da Luta. 

Se eu tivesse que resumir o livro em uma palavra, seria "visceral". E isso vai desde a imersão que o autor consegue dentro do íntimo deste homem deprimido e miserável – que me deixou até meio desconfortável, às vezes – até, de fato, à gordura que os personagens usam para fazer sabão, vinda diretamente das coxas da mãe de Marla.

Por vezes, a narrativa foge do convencional. Como quando o personagem viaja, acordando cada dia em um aeroporto diferente. Palahniuk trabalha as palavras de forma que você quase pode sentir na pele o desânimo. 

O livro começa um pouco confuso, mas você logo estará imerso na história de Tyler Durden, Marla, o Clube da luta e deste personagem principal deprimido e sem nome. Há humor, há crítica social, e, sim, há um final surpreendente e assustador. Por essas e outras, Clube da luta leva 4 estrelinhas e é totalmente digno de leitura!
PS: Adorei as observações dele sobre as viagens. Como uma pessoa de quase 1,8m, eu me identifiquei profundamente:

"O que mais me encanta nas viagens é que em todos os lugares a que vou, tudo é pequenino. Vou para o hotel, sabãozinho, xampuzinho, tabletinho individual de manteiga, toalhinha úmida e escova de dentes de uso único. Embrulhados na poltrona da classe turística. Você é um gigante. O problema é que seus ombros são muito largos. De repente, as pernas de Alice no País das Maravilhas crescem tanto que tocam os pés da pessoa da frente".

Gostou dessa resenha? Compartilhe! E não deixe de assistir aos vídeos do canal Sobre Escritos.

Visite minha página no Facebook: facebook.com/falecomkassia

E não se esqueça de seguir @falecomkassia no twitter :)

2 comentários:

  1. Assiste ao filme e me apaixonei!
    Espero que o livro cause esse mesmo efeito! :D
    Beijos!
    http://porjessicaalves.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O filme deixou muitos eventos de fora, o que achei que prejudicou um pouco a compreensão total do que estava acontecendo. Creio que você vá gostar mais do livro!

    ResponderExcluir